EXPERIMENTO DE COMPOSTAGEM COM ALIMENTOS DO RU

O lixo orgânico (restos de comida, frutas, verdura, legumes, folhas secas, etc) é frequentemente descartado junto com o lixo comum, geralmente em lixões, contribuindo para proliferação de insetos e ratos, prejudicando os materiais que poderiam ser reciclados, além de gerar gases tóxicos e chorume que prejudicam os solos, os lençóis freáticos e a biodiversidade do local.

O que pouca gente sabe é que esses resíduos possuem um grande potencial para virar adubo se passarem por técnicas conhecidas genericamente como compostagem.

A compostagem é, basicamente, o processo de transformação desse material em adubo natural, por meio de reações bioquímicas que acontecem naturalmente se os compostos forem armazenados de maneira correta. Existem diversas formas de realizar a compostagem, mas a escolhida pelos membros do Programa Escola Verde (PEV) para este experimento foi a Composteira de Fosso.

Nesta quinta-feira (08/08/2019) os integrantes do PEV, Luiz Gustavo, Mávani Lima e Thais Santos, e o estudante de Zootecnia, Edimario, deram início a um experimento de grande potencial no Centro de Ciências Agrárias (CCA), da UNIVASF, com a criação de composteiras de fosso feitas com o reaproveitamento dos resíduos orgânicos do Restaurante Universitário (RU), da UNIVASF.

Para tanto, eles coletaram os resíduos das sobras do RU, fizeram a separação do que poderia ser aproveitado, escolheram o local da construção, limparam o terreno, demarcaram o espaço e realizaram a escavação dos fossos para a experiência. Em um desses fossos utilizaram materiais tradicionais de compostagem apontados pela literatura especializada como serragem, folhas secas, esterco e restos de verduras e outros alimentos crus. Em outro fosso foram inovadores e utilizaram alimentos cozidos, sementes vencidas e restos de frutas cítricas.

A ideia é estabelecer um Protocolo com os dados e os parâmetros dos experimentos, comparar resultados dos fossos e destes com a literatura científica, a fim de contribuir com novas técnicas e procedimentos para a prática mais fácil de compostagem em escolas e residências.

Em depoimento, Edimario afirmou que a ideia da construção da composteira no CCA, que trará vantagens imediatas para todo Campus e, em médio prazo, para as escolas e comunidades, é ótima.

Por Juliana Almeida

Categoria: Compostagem

We cannot display this gallery